top of page
  • Foto do escritorLucas Linux

Principais comandos Linux



Neste post vou deixar alguns dos principais comandos para que você possa começar a dar os primeiros passos no terminal Linux.




Como abrir o Terminal

Você pode pesquinar nos programas por TERMINAL, ou do modo que mais gosto utilizando as teclas de atalho:


Ctrl+T: Atalho para abrir o Terminal


Logo ao abrir irá se deparar como uma tela parecida com essa:

Podemos visualizar a seguinte situação nesta linha


lucas: Nome do usuário logado

1bcomsl-secinfor: Nome da máquina

$: o tipo de usuário logado (usuário simples)

Se estivesse o #, seria um usuário ROOT ou Suber Usuário



Visualizando informações

  • pwd: Ver diretório atual (onde estou?)

  • sudo su: Sobe o nível/ Aumenta o priviégio/Torna Administrador

  • exit: Finalizar

  • ls: Lista todos os arquivos do diretório (mais usado)

  • ls -1: Lista todos os arquivos do diretório um em cada Linha

  • ls -a: Lista todos os arquivos do diretório e os ocultos também

  • ls -l: Lista todos os arquivos detalhado

  • ls -la: Lista todos os arquivos do diretório detalhado

  • clear: Limpa a tela

  • cat: Visualizar o conteúdo de um arquivo

Ex.: cat <caminhoDesejado>

Ex.: cat /etc/network/interfaces




  • history: Rever os últimos comandos que foram usados

  • man: Mostra manual de instrução do comando

Ex.: man <comandoDesejado>

Ex.: man ls

Ex.: man cat




  • history -c: APAGA TODO HISTÓRICO DE COMANDOS

ou

  • echo “” > ~/.bash_history



 

Manipulando Diretório/arquivos





ENTRAR EM DIRETÓRIOS

  • cd: Acessa uma determinado diretório (pasta)

Ex.:

cd <caminhoDesejado>

Ex.:

cd /home/usuario/Documentos

Ex.:

cd Download



  • cd .. : Volta 1 diretório (cd ..)





CRIAR DIRETÓRIO

  • mkdir: Cria um ou vários diretórios

Ex.:

mkdir pasta

Ex.:

mkdir pasta01 pasta02

Ex.:

mkdir /home/usuario/Documentos/pasta





CRIAR ARQUIVO

  • touch: cria um ou vários arquivos

Ex.:

touch declaracao

Ex.:

touch declaracao01 declaracao02

Ex.:

touch /home/user/Documentos/declaracao





EDITAR ARQUIVO

  • vi: Abre o editor vi (lê-se viai) para editar/criar arquivos

  • nano: Outro editor mais simples para editar/criar arquivos

Ex.:

nano <caminhoDoArquivoDesejado>

Ex.:

nano /etc/network/interfaces





COPIAR

  • cp: Copiar arquivo do diretório em que você estiver

Ex.:

cp <caminhoDesejado> <Destino>

Ex.:

cp declaracao declaracaoAtual

Ex. TUDO em 1 linha:

cp /home/user/Documentos/declaracao /home/user/Imagens





COPIAR - REMOTO

  • scp: Copiar Do Servidor para Computador

Ex. TUDO em 1 linha:

scp ArquivoServidor secinfor@ipDestino:/home/Destino



  • scp: Copiar Do Computador para Servidor

Ex. TUDO em 1 linha:

scp ArquivoComputador root@ipServidor:/home/Destino


OBS.: Talvez será necessário instalar no seu computador o acesso SSH.


apt install openssh-server





COPIAR - RSYNC


  • rsync:

A sintaxe básica do comando rsync

rsync opções origem destino


Ex.:

rsync -Cravzp /pasta1/a.docx /pasta2/





REMOVER

  • mv: Move arquivos ou Renomear arquivos

Ex.:

mv <caminhoDesejado> <Destino>

Ex.:

mv declaracao declaracaoAtual

Ex. TUDO em 1 linha:

mv /home/user/Documentos/declaracao /home/user/Imagens



  • rm: Remover um arquivos

Ex.: rm declaracao

Ex.:

rm /home/user/Documento/declaracao



  • rm -r: Remove um arquivo/diretório

Ex.: rm -r pasta

Ex.:

rm -r /home/users/Documento/pasta



  • rm -rf: Remove FORÇADO um arquivo/diretório

Ex.: rm -rf pasta

Ex.:

rm -rf /home/usuario/Documento/pasta





LOCALIZAR

  • locate: Localizar um arquivo no sistema todo

Ex.: locate <nomeArquivo>

Ex.: locate declaracao


  • find: Localizar um arquivo dentro de um diretório específico

Ex. TUDO em 1 linha:

find /home/usuario/Documentos/declaracao





LOCALIZAR E EXCLUIR

EXCLUIR ARQUIVOS POR DATA

VISUALISAR arquivos MAIS DE 60 DIAS

find -mtime +60 -type f -exec ls -la {} \;


EXCLUIR arquivos MAIS DE 60 DIAS

find -mtime +60 -type f -exec rm {} \;


CONFIRMAR EXCLUIR arquivos MAIS DE 60 DIAS

find -mtime +60 -type f -ok rm {} \;





CRIAR ATALHO - LINK

Ex.:

ls -s OGIGEM /DESTINO

Ex. TUDO em 1 linha:

ls -s declaracao /home/Desktop/atalhoDeclaracao





BAIXAR ARQUIVOS WEB

  • wget: Baixar pela URL

Ex.: wget http://urlDesejada.deb





TRANSFERIR ARQUIVOS

Ex.:

Ex. TUDO em 1 linha:

rsync -ravzp --progress /home/users/Documentos/declaracao /home/users/Desktop






 

Sistema

  • df -h: Mostra a quantidade de espaço usada no disco rígido

  • du -sh *: Quanto de espeço tem um arquivo ou diretório

  • du -sh Pasta: Quanto de espeço tem um diretório específico

  • top: Mostra o uso da memória

  • who: Mostra os usuários logados no sistema naquele momento

  • whoami: Mostra o nome do usuário que está logado no sistema

  • free -m: Mostra o uso da memória mais resumido

  • free -h: Mostra o uso da memória mais resumido

  • uptime: Verificar quanto tempo o sistema está ligado

  • users: lista dos usuários logados no sistema

  • last: saber todos os usuário que estiveram logados

  • last usuario: determinado usuário esteve logado

  • last -F: lista completa de vezes que o usuário fez login e logout

  • hostname: saber o nome do seu host/network/máquina

  • date: Visualizar hora do computador


  • date DDMMHHMMAAAA.ss Alterando a data/hora

Ex.: date MêsDiaHoraAno.Segundos

Ex.: date 061911112020.00


  • date DDMMAAAA: Alterando só a data

Ex.: date MêsDiaAno

Ex.: date 06192020


  • date -s "DD/MM/AAAA HH:MM": Alterando a data/hora

Ex.: date -s "04/15/2016 13:32"

Ex.: date 06192020


  • date -s HHMM: Alterando só a hora

Ex.: date -s 1530




  • cal: Visualizar um calendário

  • reboot: Reinicia o computador

  • init 6: Reinicia o computador

  • shutdown -r 1: Reinicia o computador em 1 minuto

  • halt: Desliga o computador

  • init 0: Desliga o computador

  • shutdown -h 1: Desliga o computador em 1 minuto

  • shutdown -c: Cancela o comando shutdown anterior


  • passwd: Mudar senha de usuário

Ex.: passwd nomeDoUsuarioDesejado

Ex.: passwd lucas







 

Rede, monitoramento

  • ping ipDestino: Verifica a conexão com outro host (ex ping 192.168.0.1)

Ex.: ping hostDestino

Ex.: ping 192.168.0.35



  • ifconfig: Verifica qual ip o computador recebeu da rede

  • ip a: Verifica qual ip o computador recebeu da rede

  • ip r: Verificar a rota atual


  • mtr: ferramenta de diagnóstico da rede

  • mtr ipDestino


  • tracerout: Verificar o trajeto de cada pacote desde a origem até o destino

OBS.: Por padrão, o Traceroute não costuma acompanhar as distribuições Linux. Então é provável que você tenha de instalá-lo em sua máquina; digite:

sudo apt install inetutils-traceroute
sudo apt install traceroute

Ex.: traceroute -I hostDestino

Ex.: traceroute -I 192.168.0.10

Ex.: traceroute -I 8.8.8.8



  • dhclient: Renovar IP (DHCP)

Se por algum motivo o sistema não adquirir endereço IP, podem também fazer o shutdown à interface e voltar a metê-la ativa. Para isso basta que usem os comandos:

ifdown eth0

ifup eth0


  • dhclient -r: OUTRO MÉTODO de Renovar IP (DHCP)

  • dhclient -r eth0: Renovar IP interface específica





PROXY

  • export : Colocando Proxy no Terminal


COM autenticação:

Ex. 01 TUDO em 1 linha:

export http_proxy=http://usuario:Senha@ipPROXY:3128

Ex. 02 TUDO em 1 linha:

export https_proxy=http://usuario:Senha@ipPROXY:3128

Ex.03 TUDO em 1 linha:

export ftp_proxy=http://usuario:Senha@ipPROXY:3128


SEM autenticação:

Ex. 01 TUDO em 1 linha:

export http_proxy=http://ipPROXY:3128

Ex. 02 TUDO em 1 linha:

export https_proxy=http://ipPROXY:3128

Ex. 03 TUDO em 1 linha:

export ftp_proxy=http://ipPROXY:3128




  • PROXY NO SISTEMA: Exemplo, Navegador Chrome

Edite o arquivo /etc/environment

Inclua as linhas a seguir:


http_proxy=http://IpServidorProxy:3128/

https_proxy=http://IpServidorProxy:3128/

ftp_proxy=http://IpServidorProxy:3128/

no_proxy="localaddress,.localdomain.com"

HTTP_PROXY=http://IpServidorProxy:3128/

HTTPS_PROXY=http://IpServidorProxy:3128/

FTP_PROXY=http://IpServidorProxy:3128/

NO_PROXY="localaddress,.localdomain.com"


REINICIE O SISTEMA, E PRONTO


Caso necessite configurar proxy para programas GTK3,

gsettings set org.gnome.system.proxy mode 'manual'

gsettings set org.gnome.system.proxy.http host 'IpServidorProxy'

gsettings set org.gnome.system.proxy.http port 8080


REINICIE O SISTEMA, E PRONTO





MONTAR UNIDADE DE REDE

  • mount: Monta Unidade de Rede

Ex. 01TUDO em 1 linha:

mount -t cifs //ipServidor/pasta -o username=usuario,password="senha" /Destino/Montagem


Ex. 02 TUDO em 1 linha:

mount -t cifs //ipServidor/pasta /Destino/Montagem/ -o user=usuario,domain=WORKGROUP,password=senha







 

Informações do Sistema

  • cat /etc/issue: Maioria das Distribuições

  • cat /etc/lsb-release: Outra opção

  • cat /proc/version: Versão, base, etc

  • cat /proc/cpuinfo: Mais detalhes, core, etc

  • cat /proc/meminfo: Mais detalhe memória

  • uname -a: Tudo

  • uname -s: Kernel

  • uname -n: Hostname

  • uname -r: Release do Kernel

  • uname -v: Versão do Kernel

  • uname -m: Arquitetura

  • uname -o: S.O





 

COMANDOS NO WINDOWS


Linux sem permissão de escrita na partição Windows


Obs.: Caso o chmod 777 não esteja resolvendo


Seus HDs estão bloqueados pelo desligamento híbrido do windows

Inicie o windows e rode o seguinte comando no prompt, como administrador:


powercfg /hibernate off


Pronto. Seus HDs não serão mais bloqueados e estarão livres para serem usados no Linux, independente da distro usada




Não esqueça de seguir o Canal do Youtube e o Facebook LUCAS LINUX



Комментарии


bottom of page